Segunda, 21 Outubro 2019 18:11

Unifesp disponibiliza vídeos do curso Merlí e o Ensino Médio

Baseada em episódios da série televisiva catalã, atividade abordou a educação para jovens sobre questões além da sala de aula

Por Tamires Tavares

merli NOTICIA 1

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) disponibilizará, a partir desta terça-feira (22/10), vídeos do curso de extensão Merlí e o Ensino Médio, na modalidade Ensino a distância (EaD). Realizado no primeiro semestre deste ano por Renato Janine Ribeiro, professor visitante da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Unifesp, o curso, composto por nove aulas, foi direcionado a professores do ensino médio na rede pública e a estudantes dos cursos de licenciatura.

Com base nos episódios da série televisiva Merlí, produzida pela TV3, da Catalunha, e exibida no Brasil pela Netflix (provedora de filmes e séries via streaming), a proposta do curso é discutir as melhorias do ensino médio a partir da abordagem de questões e problemas da vida cotidiana dos estudantes e suas famílias.

A série discorre sobre o professor de filosofia Merlí Bergeron que, através de metodologia não convencional, relaciona conflitos pessoais e sociais a pensamentos de filósofos – dos pré-socráticos aos contemporâneos – instigando seus alunos a terem a filosofia como referência no processo dos questionamentos e decisões pessoais. O curso pretendeu, portanto, mostrar como a educação pode ir além da teoria, alcançando a prática e colaborando para a construção do amadurecimento dos jovens e sua percepção e ação em seus contextos. A discussão não se limita ao campo da filosofia e professores de todas as disciplinas são convidados a participar.

Para Janine, uma das grandes falhas do ensino médio é a cisão da vida pessoal dos estudantes. “Richard Feynman comentava, meio século atrás, que seus alunos de ciências da Universidade do Brasil (atualmente, a UFRJ) conheciam perfeitamente a teoria, mas não eram capazes de aplicá-la aos objetos à sua frente, por exemplo, a estupenda baía de Guanabara”, exemplifica.

As aulas estarão disponíveis todas as terças-feiras, às 10h, no canal da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Unifesp no YouTube. Os vídeos se referem às gravações das aulas nas quais os inscritos interagiram com o professor Janine via sala de webconferência da Rede Nacional de Pesquisa, ou presencialmente, com a mediação de Gabriel Ruiz (técnico em assuntos educacionais da Reitoria). Cada aula corresponde a um episódio da série.

Confira, a seguir, as datas das aulas e os episódios de Merlí e os temas correspondentes:

22/10 - Aula 1: Os peripatéticos. (“Os peripatéticos” 1ª temporada, episódio 1). O professor se apresenta e começa o concurso: filosofar fora do lugar.

29/10 - Aula 2: O mito da caverna. (“Platão” 1ª temporada, episódio 2). Entre Platão e Nietzsche: a educação e o dilema das aparências.

05/11 - Aula 3: A educação é para a vida. (“Adam Smith” 3ª temporada, episódio 2) O que mudar na escola como existe hoje? Sexo e amor, jovens e adultos.

12/11 - Aula 4: O sentido da vida, qual seria? (“Camus” 3ª temporada, episódio 3) Por que Camus diz que a grande questão filosófica é a do suicídio?

19/11 - Aula 5: O perdão. (“Hannah Arendt” - 3ª temporada, episódio 5) Todos podem melhorar suas vidas? O amor e suas formas.

26/11 - Aula 6: O furto da prova. (“Maquiavel” 1ª temporada, episódio 3). Nas relações pessoais e no resto da vida, há justificativa para ações “erradas”?

03/12 - Aula 7: Kant é implacável com a mentira. (“Kant” 2ª temporada, episódio 4). Será que, às vezes, mentir é mais ético do que dizer a verdade?

10/12 - Aula 8: Merlí termina: os rumos que cada um toma na vida. (“Merlí Bergeron” 3ª temporada, episódio 14).

17/12 - Aula 9: Concluindo o curso: como você faria um curso de ensino médio que afete a vida dos alunos.
Lido 2023 vezes Última modificação em Quinta, 31 Outubro 2019 20:38

Mídia