Segunda, 11 Fevereiro 2019 12:43

Escola Paulistinha conquista sua melhor nota na avaliação do Ideb

Índice de 7.2 ficou acima da meta estipulada pelo governo federal

Por Daniel Patini

EscolaPaulistinhaIdeb
Sala do 1.º ano do Ensino Fundamental

O Núcleo de Educação Infantil - Escola Paulistinha de Educação (NEI-Paulistinha) da Unifesp recebeu nota 7.2 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), de 2017, constituindo o melhor resultado da instituição desde 2009 e ficando acima da meta estipulada pelo governo federal (6.5).

O Ideb baseia-se nos resultados obtidos pelas crianças do 5.º ano do ensino Fundamental nas provas de proficiência em Língua Portuguesa e Matemática, cuja nota é multiplicada pela taxa de aprovação da escola. Divulgado em setembro de 2018 pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o índice é calculado a cada dois anos, sendo um importante indicativo da qualidade da educação.

A diretora da Paulistinha, Luciana Alves, destaca que é preciso prudência ao analisar esses resultados, uma vez que há forte correlação entre eles e as condições socioeconômicas das famílias. Para ela, “a divulgação da nota do Ideb oferece, antes mais nada, uma oportunidade para que a comunidade escolar analise seu trabalho com vistas a aprimorá-lo”. A diretora alerta que é preciso pesquisas mais aprofundadas para encontrar os fatores que colaboraram para essa nota, além das características sociais de seus alunos, já conhecidas.

EscolaPaulistinhaIdeb 3 EscolaPaulistinhaIdeb 4
Banheiros recém-reformados: as crianças participaram da escolha dos papéis de parede

Luciana ainda cita ações que vêm sendo implantadas na instituição, que tomam como referência experiências exitosas de outras redes de ensino e que podem impactar positivamente os índices futuros. Dentre eles estão: a sistematização do ensino pelas professoras; a ressignificação dos espaços da escola, explorando seu potencial educativo; a destinação de uma coordenação para cada etapa da educação básica – ensinos Infantil e Fundamental I –, para pensar a especificidade de cada segmento; a implementação dos Conselho de Escola e Conselho Mirim, democratizando a gestão; e a garantia de horário voltado para a formação e planejamento dentro da jornada de trabalho docente.

Ana Paula Santiago do Nascimento, coordenadora administrativa da escola, ressalta que “o resultado da prova reflete um processo longo de trabalho com as crianças, sendo impossível atribuir a nota a fatores isolados, como a adoção de uma apostila ou de um recurso tecnológico, por exemplo”.

Todos os dias, 479 crianças frequentam a Paulistinha, do Berçário até o 5º ano do ensino Fundamental, além de 102 funcionários, incluindo professores, auxiliares e equipe administrativa, segundo dados do Censo Escolar. Juntamente com a educação, são oferecidos ainda serviços de atenção e promoção à saúde nas áreas de Enfermagem, Odontopediatria e Nutrição, que fortalecem que o vínculo criança-escola-família.

EscolaPaulistinhaIdeb 2
Berçário da Escola Paulistinha

Fotos: Alex Reipert

 

Lido 1179 vezes Última modificação em Quinta, 07 Março 2019 13:06

Mídia