Sexta, 07 Dezembro 2018 15:17

A percepção da comida de rua sob a ótica da ciência

Pesquisadores do Campus Diadema e de outras instituições avaliam comportamento de apreciadores da gastronomia popular 

Por Valquíria Carnaúba

comidaderuaj

Em artigo científico publicado neste ano, o docente do Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF – Campus Diadema) Rogerio Scabim Morano aborda a percepção de consumidores em relação à qualidade da comida de rua comercializada no município paulista de Diadema. O trabalho, que focou nos alimentos consumidos nas ruas (especialmente churrasco e tapioca), faz parte de um projeto de extensão da Unifesp denominado Integração Técnico-Científica da Unifesp com Empreendimentos Solidários de Diadema Para Melhoria da Qualidade e Desenvolvimento de Produtos Funcionais: Os Casos das Associações dos Churrasqueiros e Tapioqueiros.

Além de ser desenvolvida em parceria com pesquisadores de outras instituições - Jorge Ramón D'Acosta Rivera e Rafael Ricardo Jacomossi, do Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana (FEI), e Alcides Barrichello, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a pesquisa contou com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Incubadora Pública de Empreendimentos Populares e Solidários de Diadema (IPEPS), e de uma equipe de professores e alunos do próprio Campus Diadema.

O estudo conclui que, na hora da fome, o atendimento, a higiene pessoal dos vendedores e a natureza do alimento (quanto mais natural, melhor) pesam mais do que a salubridade do local onde o consumidor adquire seu churrasquinho ou tapioca. Morano afirma que se trata de um trabalho pioneiro devido à abrangência da avaliação comportamental, que envolve percepção de qualidade, limpeza, atendimento recebido, entre outros aspectos. “As pesquisas tradicionais sobre o tema contemplam apenas aspectos ligados à segurança alimentar e higiene, avaliando pontos de venda convencionais, como bares e restaurantes”, finaliza.

Acesse o artigo completo (versão em inglês) neste link.

Acompanhe nossas notícias também no twitter!
Lido 277 vezes Última modificação em Segunda, 10 Dezembro 2018 13:25

Mídia