Imprimir esta página
Segunda, 23 Outubro 2017 06:43

Evento internacional de estudantes de Medicina é realizado na Unifesp

Em sua sexta edição, BRAINCOMS contou com workshops, palestras, apresentação de pôsteres e atividades de integração

Por José Luiz Guerra

Comissão organizadora do VI BRAINCOMS durante abertura do evento
Comissão organizadora do VI BRAINCOMS durante abertura do evento

Estudantes de Medicina do Brasil e do exterior estiveram reunidos no VI Brazilian International Congress of Medical Students (BRAINCOMS), realizado entre os dias 19 e 21 de outubro, no teatro Marcos Lindenberg. O congresso é promovido desde 2012 por alunos da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp).

Durante a abertura, Alany Rocha Porfírio, aluna do segundo ano do curso de Medicina da EPM/Unifesp e presidente do comitê organizador, agradeceu aos estudantes que colaboraram com a realização do evento e, em especial, a José Osmar Medina Pestana, professor titular da instituição e apoiador desde a primeira edição do congresso. “O trabalho foi muito árduo, mas os resultados estão aqui e conseguimos formar uma grande família”, disse Alany. Ela também agradeceu nominalmente a todos os presidentes das edições anteriores, aos palestrantes, aos apoiadores, à Reitoria e às diretorias do Campus São Paulo e da EPM/Unifesp. “Espero que essa seja uma grande oportunidade para aprenderem e tornarem seus sonhos realidade”, disse Marta Barros, presidente do primeiro BRAINCOMS e que representou Medina na ocasião.

Emilia Sato, diretora da EPM/Unifesp, parabenizou a organização do evento, reconhecendo o grande desafio que foi organizá-lo, devido à realidade econômica do país. “Essa é uma excelente oportunidade para troca de experiências com pessoas de diversas partes do mundo. A Medicina é global”, afirmou. Já Beatriz Castilho, vice-diretora do Campus São Paulo, disse estar feliz por ver jovens entusiasmados em compartilhar experiências, já que, segundo ela, não há limites para a Ciência e Tecnologia.

“O BRAINCOMS já é uma tradição em nossa universidade e gostaríamos de ter congressos como esse em todas as áreas do conhecimento”, afirmou o vice-reitor da Unifesp, Nelson Sass que destacou a importância de promover um evento totalmente em inglês, possibilitando maior integração entre pessoas de diversas partes do mundo.

Nelson falou, também, sobre o destaque que a Unifesp alcançou nos últimos rankings, em especial no Times Higher Education (THE), no qual figura como a melhor universidade federal do país. “Nada mal para uma instituição que começou a se expandir há apenas 10 anos”, comentou. Por fim, ele agradeceu pelo convite e desejou um bom trabalho aos participantes durante os três dias de atividade. “Vocês são a razão desse encontro”, finalizou.

Dentre as atividades, destacaram-se a realização de workshops, apresentação de pôsteres, atividades de integração e de sensibilização, além das palestras de Maria Claudia Senatore, médica especialista em Pediatria pela EPM/Unifesp, que falou sobre sua experiência no programa Médicos Sem Fronteiras, Fidencio Saldana, da Harvard Medical School, USA e Mariano E. Giménez da University of Buenos Aires, Argentina.

Alany Rocha Porfírio, presidente da comissão organizadora do BRAINCOMS, discursando durante abertura do evento
Alany Rocha Porfírio, presidente da comissão organizadora do BRAINCOMS, discursando durante abertura do evento

 

Lido 6116 vezes Última modificação em Terça, 14 Novembro 2017 14:10

Mídia