Quem tem medo de Judith Butler? As cruzadas morais contra os direitos humanos no Brasil

Dia 8 de dezembro, às 13h, no anfiteatro Leitão da Cunha

Em sua recente vinda ao Brasil, a filósofa Judith Butler sofreu protestos e agressões de grupos que se voltam contra sua influência intelectual e política. Suas palestras foram sobre a democracia, mas o foco de protesto foram suas teorias sobre gênero e sexualidade.

A Unifesp, que teve orgulho de acolhê-la e dar-lhe voz, agora será palco de um evento que reconhece sua contribuição para pensar sobre o reconhecimento das diferenças como parte da construção da democracia em nosso país.

O evento Quem tem medo de Judith Butler? As cruzadas morais contra os direitos humanos no Brasil será o primeiro das Jornadas Multicampi Unifesp de Direitos Humanos a serem realizadas a partir de 2018, e tem por objetivo reiterar o potencial de sua obra para diagnosticar e refletir não apenas sobre os citados protestos e agressões, mas também sobre os movimentos atuais contra eventos e exposições envolvendo o que denominam de "ideologia de gênero". Tais movimentos materializam cruzadas morais cujo verdadeiro alvo são os direitos sexuais e reprodutivos, já que não existe ideologia de gênero, mas sim produção científica, artística e política em favor dos direitos das mulheres, homossexuais, pessoas trans e intersexo, ou seja, de grupos sociais que buscam reconhecimento social e cidadania plena.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia do evento,

Serviço:
Quem tem medo de Judith Butler? As cruzadas morais contra os direitos humanos no Brasil
Data: 8 de dezembro de 2017
Horário: 13h
Local: Anfiteatro Leitão da Cunha - Rua Botucatu, 740, Vila Clementino, São Paulo
Clique aqui para se inscrever

Quem tem medo de Judit Butler
Última modificação em Sexta, 08 Dezembro 2017 12:45

Mídia

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse