EPM/Unifesp promove mesa redonda sobre os reflexos da PEC 55 no SUS

Evento, que acontece na próxima quinta-feira (24/11), é aberto ao público em geral

Por José Luiz Guerra

Na próxima quinta-feira, 24/11, às 10h30, o Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp) promoverá a mesa redonda “O SUS hoje e o reflexo da PEC 55/2016 (PEC 241/2016)”. O evento contará com a participação dos docentes do departamento Arthur Chioro, que também foi ministro da Saúde, e de Luiz Carlos de Oliveira Cecílio.

A proposta da discussão surge a partir da PEC 55/2016, antiga PEC 241/2016, que, caso aprovada, pode acarretar o subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e os consequentes ataques à Constituição Federal de 1988. “A situação é preocupante, pois estamos vivenciando a transição demográfica, nutricional e epidemiológica”, afirma Luciana Tomita, coordenadora da mesa redonda e também docente do Departamento de Medicina Preventiva da EPM/Unifesp. “Dados demográficos evidenciam o envelhecimento da população e os inquéritos nacionais revelam aumento da prevalência de sobrepeso e obesidade e as suas consequências como doenças crônicas não transmissíveis, somadas à crescente mortalidade por acidentes de trânsito e violências entre os homens, persistência e as novas doenças infecciosas”, completa Luciana.

A mesa redonda será realizada no Anfiteatro Maria Tereza N. Azevedo (Anf. A), situado à Rua Botucatu, nº 740, subsolo. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui ou no local do evento. As vagas são limitadas em 205 lugares.

Serviço
O SUS hoje e o reflexo da PEC 55/2016 (PEC 241/2016)
Data: 24/11/2016
Horário: 10h30 às 12h
Local: Anfiteatro Maria Tereza N. Azevedo (Anf. A) - Rua Botucatu, nº 740, subsolo

Lido 5189 vezes Última modificação em Quinta, 24 Novembro 2016 13:01

Mídia