Logotipo Universidade  Federal de São Paulo


Centro Brasileiro de Informações
sobre Drogas Psicotrópicas

 

Drogas estimulantes (Anfetaminas)

 

  1. O que são drogas estimulantes?
  2. Quais são as substâncias estimulantes?
  3. Como os estimulantes tipo anfetamina são usados?
  4. Por que os estimulantes tipo anfetamina são usados?
  5. Quem são as pessoas que mais usam os estimulantes tipo anfetamina?
  6. Quantos usam estimulantes tipo anfetamina?
  7. O que os estimulantes tipo anfetamina fazem no corpo após uma dose (efeitos físicos agudos)?
  8. O que os estimulantes tipo anfetamina fazem no corpo com o uso contínuo(efeitos físicos crônicos)?
  9. O que os estimulantes tipo anfetamina fazem com a mente após uma dose (efeitos psíquicos agudos)?
  10. O que os estimulantes tipo anfetamina fazem com a mente com o uso contínuo (efeitos psíquicos crônicos)?
  11. Os estimulantes tipo anfetamina afetam a escola, o trabalho, a vida diária e social?
  12. Os estimulantes tipo anfetamina levam ao uso de outras drogas?
  13. Os estimulantes tipo anfetamina são usados como medicamento?
  14. Os estimulantes tipo anfetamina podem ser usados na gravidez?
  15. As pessoas ficam dependentes se usarem os estimulantes tipo anfetamina?
  16. Uma pessoa dependente pode parar de usar um estimulante tipo anfetamina?
  17. Os estimulantes tipo anfetamina desenvolvem tolerância?
  18. O que acontece se uma pessoa for surpreendida usando um estimulante tipo anfetamina?
  19. O que acontece se uma pessoa for surpreendida levando um estimulante tipo anfetamina para usar junto com amigos?
  20. Qual o efeito dos estimulantes tipo anfetamina sobre a memória?
  21. Os estimulantes tipo anfetamina agem sobre a atividade sexual?

O que são drogas estimulantes?

Como sugere o termo, são de substâncias que aceleram (estimulam) a atividade do Sistema Nervoso Central (cérebro), que passa então a funcionar mais rapidamente. A pessoa então anda mais, corre mais, dorme menos, fala mais, come menos, etc.

Topo

Quais são as substâncias estimulantes?

São muitas! Algumas são de origem vegetal: por exemplo, a cafeína do café ou chá. Todos sabem que o café tira o sono, deixa a pessoa mais ativa, mais acordada. A cafeína é um estimulante suave do cérebro. Outro exemplo e a cocaína, que é obtida de uma planta, a coca. Só que a cocaína é um estimulante muitíssimo mais poderoso que a cafeína. Temos ainda o estimulantes sintéticos, isto é fabricados em laboratório, como a anfetamina ("bolinha"), a metanfetamina ("ice" ou "pervitin"), e várias substâncias que são usadas para tirar a fome (os chamados anoréticos ou inibidores do apetite).

Topo

Como os estimulantes tipo anfetamina são usados?

Como comprimidos, por via oral; na forma injetável (usuários crônicos) e sob a forma de pó (aspiradas pelo nariz). É também comum os comprimidos serem dissolvidos em bebidas alcoólicas. Mais recentemente a metanfetamina ("ice") está sendo fumada a partir de cachimbos.

Topo

Por que os estimulantes tipo anfetamina são usados?

Para fazer o cérebro trabalhar mais depressa, deixando as pessoas mais acesas, ligadas, com menos sono, elétricas. Chamadas de rebites e/ou bolinhas, são consumidas para estudar, dirigir, passar noite em claro ou para ficar "doidão" ou "ligadão"; os atletas podem usar para melhorar seu desempenho. O principal uso médico é para tirar o apetite ajudando a emagrecer; mas a pessoa que toma (principalmente mulheres) fica também muito nervosa, "elétrica", irritadiça, sem sono.

Topo

Quem são as pessoas que mais usam os estimulantes tipo anfetamina?

Os principais usuários sem receita médica são estudantes, caminhoneiros, pilotos, atletas, etc. O uso para emagrecer é geralmente por receita médica.

Topo

Quantos usam estimulantes tipo anfetamina?

O consumo destas drogas no Brasil chega a ser alarmante, tanto que até a Organização das Nações Unidas vem alertando o Governo brasileiro. Por exemplo, em um estudo recente entre estudantes brasileiros do 1o e 2o graus das dez maiores capitais do país , 4,4% revelaram já ter experimentado pelo menos uma vez na vida uma droga do tipo anfetamina.

Topo

O que os estimulantes tipo anfetamina fazem no corpo após uma dose (efeitos físicos agudos)?

Causam leve euforia (alegria), aumentam a vigilância possibilitando a atenção continuada e tiram o sono; aumentam a atividade motora, o desempenho atlético e diminuem a sensação de fadiga, agem na pupila dos nossos olhos produzindo uma dilatação (midríase), aumentam o número de batimentos cardíacos (taquicardia) e aumentam a pressão arterial. Quando a dose tomada é muito grande ou a pessoa é muito sensível, a temperatura do corpo pode subir muito (até 40-41ºC) e que faz com que a pessoa possa ter convulsões.

Topo

O que os estimulantes tipo anfetamina fazem no corpo com o uso contínuo(efeitos físicos crônicos)?

A pessoa geralmente fica muito magra pois não come; sua pressão fica sempre elevada. Os usuários crônicos utilizam doses elevadas, freqüentemente injetadas na veia, que causam sensação de prazer intenso do tipo orgásmico. Há evidências em animais de que o uso continuado acaba por destruir células (neurônios) do nosso cérebro.

Topo

O que os estimulantes tipo anfetamina fazem com a mente após uma dose (efeitos psíquicos agudos)?

A pessoa tem insônia, inapetência (perde o apetite), sente-se cheia de energia e fala mais rápido ficando ligada; é capaz de executar uma atividade qualquer por mais tempo, sentindo menos cansaço. As anfetaminas produzem uma sensação de alerta, uma melhora do humor, e diminuição do cansaço. Faz com que o organismo funcione acima de sua capacidade e se submeta a esforços excessivos.

Topo

O que os estimulantes tipo anfetamina fazem com a mente com o uso contínuo (efeitos psíquicos crônicos)?

A pessoa fica mais agressiva , irritadiça, começa a suspeitar de que outros estão tramando contra ela: é o chamado delírio persecutório. Dependendo do excesso da dose e da sensibilidade da pessoa pode aparecer um verdadeiro estado de paranóia e até alucinações. Acompanham tremores, respiração rápida, confusão do pensamento e repetição compulsiva de atividades. Em doses muito elevadas pode produzir um estado que se assemelha muito a uma doença mental, a esquizofrenia.

Topo

Os estimulantes tipo anfetamina afetam a escola, o trabalho, a vida diária e social?

Sim! A pessoa fica tão inquieta e agitada que torna-se difícil prestar atenção. Além do mais as anfetaminas fazem com que o organismo reaja acima das suas capacidades exercendo esforços excessivos e, ao parar de tomar, a pessoa sente uma grande falta de energia (astenia) ficando bastante deprimida, o que também é prejudicial, pois não consegue nem realizar as tarefas que normalmente fazia antes do uso dessas drogas.

Topo

Os estimulantes tipo anfetamina levam ao uso de outras drogas?

Em casos que o efeito é muito intenso as pessoas podem tomar bebidas alcoólicas para "voltar ao chão". Para diminuir o sofrimento causado pela cessação do uso de uma anfetamina a pessoa pode procurar outras drogas que tenham os mesmos efeitos ou parecidos.

Topo

Os estimulantes tipo anfetamina são usados como medicamento?

Sim, principalmente como medicamentos anorexígenos (tiram a fome; moderadores do apetite), em alguns casos de narcolepsia (sono exagerado) e raras vezes em crianças com hipercinesia ("disfunção cerebral mínima"), ou com desordem de déficit de atenção.

Topo

Os estimulantes tipo anfetamina podem ser usados na gravidez?

É contra indicado o uso durante toda a gestação e amamentação, pois essas drogas atravessam a barreira placentária e também são secretadas no leite materno. E não é saudável para para um feto ou um recém-nascido ter aqueles efeitos.

Topo

As pessoas ficam dependentes se usarem os estimulantes tipo anfetamina?

As anfetaminas induzem acentuada dependência. Tanto isto é verdade que a Organização Mundial da Saúde e as Nações Unidas colocaram todas as anfetaminas sob controle e as mesmas só podem ser compradas mediante de uma receita especial do médico.

Topo

Uma pessoa dependente pode parar de usar um estimulante tipo anfetamina?

Sim, como qualquer outra droga; é geralmente necessário acompanhamento médico- psicológico quando a pessoa quiser cessar o uso.

Topo

Os estimulantes tipo anfetamina desenvolvem tolerância?

Sim, o organismo acaba por se acostumar ou fica tolerante à droga, ou seja, a droga faz a cada dia menos efeito. Assim para se obter o que se deseja, é preciso ir tomando a cada doses cada vez maiores. Há casos de pessoas que chegaram a tomar mais de 50 comprimidos por dia.

Topo

O que acontece se uma pessoa for surpreendida usando um estimulante tipo anfetamina?

Caso o uso seja por indicação médica nada acontecerá; caso contrário, o uso é considerado crime de acordo com a Lei n.6368/76, artigo 12, sobre uso indevido de substâncias e a pessoa pode sofrer as penas impostas pela Lei.

Topo

O que acontece se uma pessoa for surpreendida levando um estimulante tipo anfetamina para usar junto com amigos?

Caso a quantidade levada esteja dentro do que se usa em um tratamento e a pessoa tiver a receita médica nada acontecerá: mas levar grande quantidade com ou sem receita pode ser considerada como tráfico, dependendo da situação, também de acordo com a Lei nº 6368/76.

Topo

Qual o efeito dos estimulantes tipo anfetamina sobre a memória?

Sob seus efeito a pessoa faz contas, lê ou escreve mais rapidamente mas comete mais erros e por estás hiperexcitado não guarda bem as coisas; como conseqüência a memória tem prejuízo. Por outro lado, como o indivíduo que abusa precisa de doses cada vez maiores gradativamente a memória, como outras funções mentais, terão também seus prejuízos.

Topo

Os estimulantes tipo anfetamina agem sobre a atividade sexual?

Eles são usadas freqüentemente para intensificar as experiências sexuais, e o que acaba acontecendo muitas vezes é que pode ocorrer ejaculação precoce ou orgasmo prematuro. Altas doses e o uso a longo prazo estão associados com impotência e outras disfunções sexuais.

Topo

Voltar para questões

Última atualização:[an error occurred while processing this directive]

Departamento de Psicobiologia - Unifesp/EPM

Contato: cebrid@psicobio.epm.br