Logotipo Universidade  Federal de São Paulo


Centro Brasileiro de Informações
sobre Drogas Psicotrópicas

 

Ansiolíticos ou tranquilizantes

 

O que são tranqüilizantes ou ansiolíticos?

São medicamentos que têm a propriedade de atuar sobre a ansiedade e tensão. Estas drogas foram chamadas de tranqüilizantes, por acalmarem a pessoa estressada, tensa e ansiosa. Atualmente, prefere-se designar esses tipos de medicamentos pelo nome de ansiolíticos, ou seja, que "destroem" (lise) a ansiedade. Também são utilizadas no tratamento de insônia e nesse caso também recebem o nome de drogas hipnóticas, isto é, que induzem sono. Os ansiolíticos mais comuns são substâncias chamadas benzodiazepínicos, que aparecem em medicamentos como Valium® , Librium® , Lexotam® , Dormonid® etc

Topo

Como os tranqüilizantes ou ansiolíticos são usados?

São usados pela boca (via oral) quando apresentados na forma de comprimidos ou cápsulas, ou ainda, são usados por via endovenosa quando apresentados na forma de injeção. As formas injetáveis só podem ser utilizadas em hospitais.

Topo

Por que as pessoas usam os tranqüilizantes ou ansiolíticos?

As pessoas que utilizam esses medicamentos sem necessidade médica, fazem esse uso para se sentirem mais calmas, menos tensas, mais relaxadas e algumas vezes para dormirem. Utilizam esses medicamentos inadequadamente em qualquer situação que acreditem que se sentirão nervosas ou estressadas.

Topo

Quem são as pessoas que mais utilizam os tranqüilizantes ou ansiolíticos?

Além das pessoas que tem problemas médicos que justifiquem a utilização desses medicamentos e nesse caso necessitam da prescrição médica para obtê-los, há os que os utilizam sem necessidade médica. Nesse caso obtém o medicamento de forma clandestina, ou seja, sem a prescrição médica e são pessoas que acreditam não mais controlar seu nervosismo a não ser com ansiolíticos e/ou aquelas que não mais conseguem dormir a não ser fazendo uso desses medicamentos.

Geralmente esse uso inadequado é mais comum entre as mulheres, porém ele também existe entre os homens.

Há ainda usuários de drogas estimulantes como cocaína e anfetaminas, que fazem uso desses ansiolíticos para tentarem diminuir a excitação e euforia provocadas por esses estimulantes ou mesmo para tentarem dormir após muitas horas de uso dessas drogas estimulantes que tiram o sono.

Topo

O que os tranqüilizantes fazem no corpo apos uma dose (efeitos físicos agudos)?

Nas doses terapêuticas, produzem um estado relaxado, de calma ou dependendo da dose e da droga podem induzir a sono. Dessa forma, quem utiliza esses medicamentos tem uma atenção prejudicada e não podem desenvolver atividades perigosas onde a atenção é muito necessária como por exemplo dirigir ou operar uma máquina perigosa.

Topo

O que fazem os tranqüilizantes ou ansiolíticos no corpo com o uso contínuo (efeitos físicos crônicos)?

Os ansiolíticos benzodiazepínicos quando utilizados por alguns meses podem levar às pessoas a um estado de dependência. Como conseqüência, sem a droga o dependente passa a sentir muita irritabilidade, insônia excessiva, sudoração, dor pelo corpo todo podendo, nos casos extremos, apresentar convulsões.

Os ansiolíticos benzodiazepínicos podem causar tolerância, ou seja, a pessoa com o passar do tempo tem que aumentar a dose para sentir o mesmo efeito que sentia anteriormente

Topo

O que fazem os tranqüilizantes ou ansiolíticos na mente?

Todos os benzodiazepínicos são capazes de estimular os mecanismos no nosso cérebro que normalmente combatem estados de tensão e ansiedade. Assim, quando devido às tensões do dia-a-dia ou por causas mais sérias, determinadas áreas do nosso cérebro funcionam exageradamente resultando num estado de ansiedade, os benzodiazepínicos exercem um efeito contrário, isto é inibem os mecanismos que estavam hiperfuncionantes e a pessoa fica mais tranqüila como que desligada do meio ambiente e dos estímulos externos.

Como conseqüência desta ação os ansiolíticos produzem uma depressão da atividade do nosso cérebro que se caracteriza por: 1) diminuição de ansiedade; 2) indução de sono; 3) relaxamento muscular; 4) redução do estado de alerta.

É importante notar que estes efeitos dos ansiolíticos benzodiazepínicos são grandemente alimentados pelo álcool; a mistura álcool + estas drogas pode levar uma pessoa ao estado de coma. Além desses efeitos principais os ansiolíticos dificultam os processos de aprendizagem e memória, o que é, evidentemente, bastante prejudicial para as pessoas que habitualmente utilizam-se destas drogas.

Finalmente, é importante ainda, lembrar que estas drogas também prejudicam em parte nossas funções psicomotoras, prejudicando atividades como dirigir automóveis, aumentando a probabilidade de acidentes.

Topo

Os tranqüilizantes ou ansiolíticos afetam o desempenho escolar?

Pode afetar o desempenho escolar pelos efeitos colaterais, tais como sonolência, dificuldade de concentração.

Topo

Os tranqüilizantes ou ansiolíticos são utilizados como medicamento?

Sim. Para o tratamento de insônia e ansiedade.

Topo

Os tranqüilizantes ou ansiolíticos podem ser usados na gravidez?

Um aspecto importante quanto aos efeitos tóxicos refere-se ao uso por mulheres grávidas. Suspeita-se que estas drogas tenham um pode teratogênico, isto é, que possam produzir lesões ou defeitos físicos no feto.

Topo

As pessoas que usam os tranqüilizantes ou ansiolíticos ficam dependentes?

Sim, este fenômeno se desenvolve com maior rapidez quando doses iniciais grandes são usadas desde o início.

Topo

Voltar para questões

Última atualização:[an error occurred while processing this directive]

Departamento de Psicobiologia - Unifesp/EPM

Contato: cebrid@psicobio.epm.br