Estabelecido em 1998, o Laboratório de Pesquisas da Disciplina de Infectologia Pediátrica da UNIFESP tem como principal objetivo o estudo da resposta imune à infecção natural e à vacinação.

Sob a chefia da Profa. Dra. Maria Isabel de Moraes Pinto, o laboratório dispõe de técnicas laboratoriais que contemplam os seguintes aspectos:

  1. Imunidade humoral: ensaios imunoenzimáticos desenvolvidos no próprio laboratório ou kits comerciais para detecção de anticorpos contra tétano, difteria, sarampo, rubéola, varicela zoster, Haemophilus influenzae tipo b, vírus da hepatite A e vírus da hepatite B.
  2. Imunidade celular: ensaios laboratoriais para avaliação de imunidade celular contra candidina, sarampo, derivado protéico purificado (PPD), tétano, sarampo e varicela zoster. Os teste utilizados avaliam a expressão de marcadores de ativação e produção de citocina intracelular através de citometria de fluxo.
  3. Perfil imunofenotípico:através de citometria de fluxo, analisam-se células do sangue periférico, com:
    1. Quantificação de linfócitos (CD3+, CD4+, CD8+, células B e células NK).
    2. Subpopulações de linfócitos T e B de acordo com a sua maturação.
    3. Marcadores de ativação de linfócitos T e B.
    4. Avaliação de apoptose.
    5. Avaliação de moléculas co-estimulatórias.

Há no momento trabalhando diretamente no Laboratório 16 profissionais:

O Laboratório mantém atualmente colaboração ativa com os seguintes grupos:

As pesquisas atualmente desenvolvidas têm as seguintes fontes de financiamento:

O Laboratório tem a seguinte produção científica: