Diagnóstico:

O diagnóstico clínico possui de 53% a 76% de acerto, e é feito através da identificação da tríade oligúria, hipóxia e diminuição do débito cardíaco, associada ao aumento da pressão intra-abdominal.  Existem diferentes formas de mensurar a pressão intra-abdominal, entre elas o cateter intraperitonial, intragástrico e intravesical. A medição da pressão intra-abdominal através de cateteres intraperitoniais é considerada inadequada por ser invasiva, levando a riscos evitáveis como infecção e lesão visceral. Os cateteres intragástricos promovem colonização e infecção, sendo também considerados inadequados.
O método Gold Standard para a medida da pressão intra-abdominal é o cateter intravesical.

clique para ampliar

Mesmo assim, a medida pode ser inexata quando existem aderências, hematomas, fratura pélvica e bexiga neurogênica.


 

Algoritmo 1 – Algoritmo de Avaliação da Hipertensão Intra-Abdominal(clique para abir)

 

© 2006  Departamento de Enfermagem  / Universidade Federal de São Paulo
Rua Napoleão de Barros, 754 - Vila Clementino - CEP 04024-002 - São Paulo SP - Tel.: 11 5576 4430