Comissão de Avaliação de Bancas para Ingresso na Carreira Docente da EPM

Categoria: Sobre a Escola Escrito por Fabricio Cruz Acessos: 7759

Composição da Comissão

Fonte: Portaria EPM nº 13/2019

Profa. Dra. Ruth Guinsburg - Presidente

Prof. Dr. Arnaldo Lopes Colombo - Vice-Presidente

Profa. Dra. Andrea Parolin Jackowski

Prof. Dr. Caio Vinicius Saito Regatieri

Prof. Dr. Fernando Baldy Dos Reis

Profa. Dra. Gianna Mastroianni Kirsztajn

Prof. Dr. Ivarne Luis Dos Santos Tersariol

Profa. Dra. Janete Maria Cerutti

Prof. Dr. José Carlos Costa Baptista-silva

Prof. Dr. Julio Henrique Kravcuks Rozenfeld

Profa. Dra. Marair Gracio Ferreira Sartori

Profa. Dra. Maria Teresa Riggio De Lima Landman

Profa. Dra. Marise Lazaretti Castro

Prof. Dr. Miguel Sabino Neto

Prof. Dr. Ramiro Colleoni Neto

Prof. Dr. Ricardo Mario Arida

Profa. Dra. Roseli Mieko Yamamoto Nomura

Profa. Dra. Tânia Aparecida Tardelli Gomes Do Amaral

Profa. Dra. Vania D'Almeida 

 

Orientações para o encaminhamento de proposta de banca examinadora à Comissão de Bancas de Professor Adjunto da Escola Paulista de Medicina / UNIFESP – EPM

Esta Comissão tem por objetivo garantir que as bancas sejam integradas por profissionais com mérito acadêmico e, ao mesmo tempo, isentas de qualquer potencial conflito de interesse, colaborando para garantir a credibilidade e a justeza nos resultados dos concursos para Professores Adjuntos desta instituição. Para isto, solicitamos que sigam as orientações abaixo.

1 - Assim que aprovada pelo Conselho de Departamento, a proposta de composição de banca examinadora contendo ao menos 10 nomes (5 professores da UNIFESP e 5 colaboradores externos) deve ser encaminhada à Comissão de Bancas, sempre acompanhada da planilha preenchida com as informações acadêmicas dos membros sugeridos como avaliadores, bem como dos respectivos candidatos inscritos no concurso (ver Anexo1).

A análise pela Comissão de Bancas sobre o mérito acadêmico dos membros sugeridos pelo Departamento inicia-se apenas quando a lista de avaliadores sugerida pelo Departamento for encaminhada com todas as informações requeridas no Anexo 1. Tabelas de indicadores acadêmicos preenchidos de forma incompleta serão devolvidas ao Departamento.

2 - As informações detalhadas na planilha identificada como Anexo 1 e o conteúdo do Currículo Lattes dos envolvidos serão analisados pela Comissão de Bancas, que julgará o mérito acadêmico dos nomes sugeridos como avaliadores, bem como realizará uma busca de potenciais conflitos de interesse entre os membros da banca e os candidatos ao concurso.

*A definição de conflitos de interesse segundo as normas aprovadas pela Congregação da EPM está disponível no Anexo 2.

3 - O Departamento deve encaminhar suas propostas de composição de bancas até o PRIMEIRO DIA ÚTIL DE CADA MÊS para que a Comissão possa emitir seu parecer até o dia 30 do mesmo mês. Havendo inconformidades, a banca será devolvida ao Departamento e o processo reinicia-se dentro dos mesmos prazos.

4 - Estabeleceu-se em 60 (sessenta) dias o prazo mínimo exigido entre o envio da banca a esta Comissão e a data provável do concurso, tendo em vista que, após sua aprovação pela Comissão de Bancas, ela ainda precisará ser ratificada em reunião da Congregação da EPM.

*Bancas enviadas após o primeiro dia útil do mês em curso serão avaliadas apenas no mês subsequente, demandando prazo mínimo de 90 dias decorridos entre a data de envio e a data proposta para o concurso.

5 - Fica estabelecido ainda que os profissionais aprovados para compor a banca examinadora deverão assinar um documento (Anexo 3) declarando a completa ausência de conflitos de interesse com qualquer um dos candidatos. 

6 - Para fazer parte como membro da banca, são requeridos no mínimo 3 (três) anos de contratação na instituição de origem (Não serão aceitos membros em período de probatório). 

7 - O material deverá ser encaminhado via SEI (Sistema Eletrônico de Informação), o processo deverá ser inciado com o tipo: ALTERAÇÃO/INDICAÇÃO DE MEMBRO DE BANCA, devem constar no processo a planilha em formato xls ou xlsx.

 

 

Mais informações: Resolução UNIFESP nº 116/2015