Helena Nader é premiada pela SBPC

Professora titular da EPM/Unifesp recebeu o 1.º prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher

 

Por Paula Garcia

Celebrando o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), aconteceu ontem (11/02) o 2.º Seminário Mulheres e Meninas na Ciência, no Salão Nobre do Centro Universitário Maria Antonia da Universidade de São Paulo (USP). A cerimônia foi realizada para a entrega da 1.ª edição do Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher. O prêmio é uma homenagem da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) às cientistas brasileiras destacadas e às futuras cientistas brasileiras de notório talento, que leva o nome de sua primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori.

 

 

A professora titular do Departamento de Bioquímica da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp) Helena Nader foi escolhida pela SBPC para receber o prêmio na categoria Mulheres Cientistas. Além de Nader, a cientista social e professora emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Alice Rangel de Paiva Abreu também foi homenageada, recebendo a Menção Honrosa.

 

 

O evento foi presidido por Fernanda Sobral, vice-presidente da SBPC, e contou com a participação das pesquisadoras Vanderlan Bolzani, conselheira da SBPC, Zaíra Turchi, diretora no Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Adriana Tonini, diretora no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Maria do Carmo Guedes, professora emérita da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). As especialistas ressaltaram em suas falas a importância de incentivar e reconhecer os talentos das meninas e mulheres na ciência do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na sequência, foi realizada a cerimônia de premiação, na qual as duas homenageadas apresentaram suas trajetórias de vida, suas experiências na carreira científica e se emocionaram com o momento. “Nos dias atuais, uma organização como a SBPC chamar a atenção para a ciência e para o papel das mulheres na construção do conhecimento científico é extremamente valioso”, afirmou Abreu. “Para mim, é motivo de muito orgulho estar aqui hoje com a Alice, a quem eu conheço de muitos anos, de várias jornadas, e sempre buscando o ideal. A gente vai morrer buscando o ideal, mas vamos continuar nessa luta. Fico muito honrada e lisonjeada de receber esta homenagem; em especial, tendo em vista o nome deste prêmio: a grande presidente Carolina Bori”, completou Nader.

 

*Com informações do site Ciência&Mulher da SBPC

Fotos: Alex Repeirt