Festa da EPM reúne várias gerações

Além de muita alegria, o encontro foi elogiado pelos participantes que mostraram todo o seu orgulho em ser Epemista!

Por: Renato Conte 

foto festa

No domingo, 10 de junho, a área externa da Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) e um trecho da Rua Botucatu ficaram pequenos diante da enorme presença de seus ex-alunos, docentes aposentados, docentes em exercício, alunos, pós-graduandos, servidores técnicos administrativos e familiares, que prestigiaram a festa "Somos Todos Paulista". O evento ocorreu das 9h às 18 horas e a estimativa foi de aproximadamente 4.000 pessoas. O tradicional Trá Cá Trá, grito de guerra da EPM/Unifesp, foi puxado constantemente pelos ex-alunos e suas turmas e, o maior deles, aconteceu às 13 horas, com a participação geral dos presentes.

A festa contou com apresentação da Bateria 51 da Escola e de shows no palco instalado na rua e na Praça Viva do campus. Na Atlética, foram realizados jogos entre veteranos e estudantes e as crianças puderam se divertir no espaço kids, além da mostra de fotos e de algumas camisetas de times com assinaturas dos jogadores que participaram de campeonatos representando a EPM.

No começo da tarde, o médico pintor, Wagner Kuroiwa foi homenageado no hall do edifício Nestor Schor (Pesquisa II), onde se encontra até o dia 29 de junho, os seus desenhos e pinturas. Registramos a presença do ex-aluno, Carlos Alberto Salvatore, 102 anos, formado na 5ª turma, Hilda de Barros Sales, 99 anos, da 7ª turma. Compareceu também a Sra Marina Lisante, ex -servidora da Secretária Escolar.  

Crédito fotos: Rafael Beserra e Renato Conte

Veja o vídeo do maior Trá Cá Trá da história: 

 

 

 

 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse