Cerimônia inicia comemorações dos 80 anos da EPE

03

 A Escola Paulista de Enfermagem apresentou logo comemorativo durante evento

Por Loane Carvalho

Em evento realizado no dia 26 de março, no Anfiteatro Mariana Fernandes de Souza, foram abertas as comemorações dos 80 anos da Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo (EPE/Unifesp). Na ocasião, foram apresentadas aos participantes a marca comemorativa dos 80 anos e a programação ao longo do ano, com o objetivo de ressaltar a importância da Unidade Universitária para a construção do conhecimento.

A mesa de abertura foi composta pela vice-diretora da EPE, Maria Magda Ferreira Gomes Balieiro, vice coordenadora da Câmara de Graduação, Aline Santa Cruz Belela Anacleto, representando a Câmara de Pós-Graduação e Pesquisa e o Programa de Pós-Graduação da EPE, Mavilde da Luz Gonçalves Pedreira, a coordenadora do curso de Graduação em Enfermagem, Lúcia Marta Giunta da Silva, o coordenador da Câmara de Extensão e Cultura, Hugo Fernandes e o pró-reitor de Assuntos Estudantis (Prae), Anderson da Silva Rosa.

“Ao longo dos 80 anos, a Escola Paulista de Enfermagem cresceu em número de estudantes, tanto de graduação quanto de pós-graduação, cresceu em vencer desafios em momentos políticos conturbados, e ela conquistou e manteve a sua excelência. Estamos ainda em construção, a mesma ideia que a Universidade apresentou para comemorar os 25 anos”, ressaltou Maria Magda.

O pró-reitor da Prae optou por abrir mão da fala protocolar e discursou como egresso acadêmico da EPE. “Sou ex-aluno da graduação e da pós-graduação da Enfermagem, ingressei como docente na escola e agora estou contribuindo com a gestão da Universidade. O distanciamento [por estar na Prae] me possibilitou ver o quanto a escola é gigante, e ela é gigante por conta das pessoas que aqui estão. A EPE é uma escola com relevância no cenário nacional e internacional, poder contar a nossa história e valorizar todas as conquistas alcançadas é fator primordial para que tenhamos mais anos de sucesso e reconhecimento.”

Após a cerimônia de abertura, a bateria da Enfarta ficou encarregada pela apresentação.

A programação abrange atividades até 28/11 e contará com tracatrá festivo, congresso acadêmico, evento científico, entre outros eventos.

  • Click to enlarge image 01.JPG
  • Click to enlarge image 02.JPG
  • Click to enlarge image 03.jpg
  • Click to enlarge image 04.jpg
  • Click to enlarge image 05.jpg
  • Click to enlarge image 06.jpg
  • Click to enlarge image 07.jpg
  •  

Vídeos relacionados:

Conferência apresentada pela docente Lúcia Giunta 

Trá-cá-trá