Linhagens Mutantes Espontâneas (do inglês - Spontaneus Mutant):

São linhagens em cujos genomas ocorreram mutações espontâneas as quais passaram a ser transmitidas aos descendentes de forma permantente sendo possível a manutenção da linhagem que passa a ser chamada de “Mutante” em relação à linhagem selvagem.

Tais mutações ou alterações genômicas podem ser observadas no fenótipo do animal e, portanto podem ser identificadas facilmente como obesidade, hipertensão, problemas de pelagem, entre outras. Inúmeros modelos animais de doenças foram obtidos a partir da observação de animais em biotérios de criação.

Algumas mutações podem ocorrer em células somáticas, outras em células germinativas embrionárias e, portanto, as consequências no animal e o tempo em que serão identificadas são diferentes, dependendo do local onde ocorrem.

A principal vantagem dos mutantes é adquirir polimorfismos (variabilidade genética), contudo, sabe-se que estas mutações podem ter efeitos deletérios ou patológicos, que são as doenças hereditárias.

Colônias de animais mutantes mantidas no CEDEME:

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse