Projeto de pesquisa "Resposta morfodinâmica de praias do sudeste brasileiro aos efeitos da elevação do nível do mar e eventos meteorológicos-oceanográficos extremos até 2100" tem início em fevereiro

Em fevereiro/2018 começarão os trabalhos de campo nas praias da Enseada em Guarujá/SP e de Itaguaré em Bertioga/SP do projeto aprovado pelo MEC/Capes "Resposta morfodinâmica de praias do sudeste brasileiro aos efeitos da elevação do nível do mar e eventos meteorológicos-oceanográficos extremos até 2100", coordenado pela USP, onde possui a UNIFESP como colaboradora, com trabalhos supervisionados e coordenados pelo prof. Dr. Gilberto Pessanha Ribeiro do Departamento de Ciências do Mar.

Trata-se de um projeto interinstitucional envolvendo USP, INPE e UFES. Os aspectos morfodinâmicos dessas praias arenosas (uma urbana e outra não) serão monitorados por 4 anos seguidos e focados em pesquisas associadas à variação do nível do mar e componentes meteorológicos e oceanográficos, com participação efetiva de alunos do curso de Bacharel em C&T do Mar (Vinicius Megale, André Luis Mateus) e engenharia ambiental e portuária (Tomás Rebequi).

Mais informações: http://www.gilbertopessanha.com/single-post/2017/09/16/Projeto-de-pesquisa-RESPOSTA-MORFODINÂMICA-DE-PRAIAS-DO-SUDESTE-BRASILEIRO-AOS-EFEITOS-DA-ELEVAÇÃO-DO-NÍVEL-DO-MAR-E-EVENTOS-METEOROLÓGICOS-OCEANOGRÁFICOS-EXTREMOS-ATÉ-2100

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse