Educação e relações étnico-raciais mais próximas

Categoria: Notícias EFLCH Acessos: 332

O evento que aconteceu na última quarta-feira, dia 21, na Reitoria, em São Paulo, Educação para as Relações Étnico-raciais no Ensino Superior, trouxe novidades para o próximo ano. A partir das discussões alavancadas durante o debate coordenado pela professora Iolanda de Oliveira, da Universidade Federal Fluminense, constatou-se que há muito o que ser feito no sentido da difusão e conscientização dessas temáticas ligadas ao universo de tais questões. Por isso, uma das decisões será a criação da comissão que reunirá representantes de todos os campi com o objetivo de discutir ações culturais e educacionais em todos os espaços que a universidade proporciona.

A ideia de tal iniciativa resultou também das discussões em torno do assunto com os Pró-reitores presentes: Raiane Patricia Severino Assumpção, Pró-reitora de Extensão e Cultura, Anderson Rosa, Pró-reitor de Assuntos Estudantis, Isabel Quadros, Pró-reitora de Graduação, e Cleber Vieira, professor Coordenador do NEAB (Núcleo de Estudos Afro-brasileiros)

Tocados pela sensibilidade poética do escritor negro Akins Kinte, que além dos versos exibiu um documentário sobre a temática da arte na periferia, os participantes saíram motivados a pensar no assunto que pauta muitas das ações futuras.

Juntamente com Kinte, o professor José Carlos Gomes da Silva, do Depto. de Ciências Sociais da EFLCH, responsável pela mediação do debate, os participantes do encontro, entre estudantes, professores e técnicos, puderam inspirar-se na pauta de ações para 2019 relativas a uma temática tão rica.

Imagem evento Educação para as relações étnico raciais no ensino superior

Legenda da imagem: Registro do grupo presente com esperanças renovadas para continuidade