Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro

Categoria: EVENTOS Acessos: 237

O conceito de sustentabilidade é consequência e causa de eventos e acontecimentos seminais que ocorreram ao longo da história recente e que, especialmente, em 2022 terão completado ciclos importantes comemorativos. São eles: 60 anos do lançamento do livro Primavera Silenciosa, de Rachel Carson; 50 anos da Conferência de Estocolmo: Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente¿; 40 anos do Quarup Sete Quedas; e 30 anos da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, também conhecida como Rio-92, Cúpula da Terra.

Estes acontecimentos marcaram momentos fundamentais da construção do ambientalismo no mundo e no Brasil e foram espaços de reflexão e amadurecimento dos conceitos de meio ambiente, biodiversidade, desenvolvimento sustentável, sustentabilidade entre outros, incluindo seus documentos resultantes, que são instrumentos de planejamento em uso há décadas, como por exemplo Agenda 21, Convenção da Biodiversidade, Carta da Terra, Convenção do Clima, Objetivos do Milênio, Agenda 2030, dentre outros. Explorar as conexões entre esta caminhada histórica e as fronteiras mais importantes dos debates ambientais contemporâneos é fundamental, já que envolvem as questões de justiça e interseccionalidades sociais e ambientais, resultantes do diálogo entre atores sociais e políticos com agendas transversais diversas que impactaram e foram impactadas pelo ambientalismo.

A Conferência será uma oportunidade dos participantes compreenderem a evolução da temática ao longo dos anos, dos debates ocorridos, bem como conhecer estratégias e atores desta história, pode levar a novas interpretações e ideias. Muitos sentem vontade de atuar em prol da sustentabilidade e, tendo a oportunidade de trocar conhecimentos com quem vivenciou e teve protagonismo nesses eventos, pode se inspirar para novas ações bem como construir novas alianças.

 

Para mais informações e inscrição, clique aqui.