Terça, 02 Agosto 2016 16:07

Gestão Ambiental da Unifesp divulga ações de 2016

Balanço também inclui atividades ainda em andamento


Logomarca do Departamento de Gestão Ambiental da Unifesp

O Departamento de Gestão e Segurança Ambiental da Unifesp (DGA/Unifesp), órgão técnico da Pró-Reitoria de Administração responsável por assessorar a universidade a nível institucional nas áreas de resíduos, sustentabilidade e biossegurança, divulga suas principais ações implementadas no primeiro semestre de 2016, bem como aquelas que ainda estão em andamento.

Grande parte dos esforços deste departamento em sua nova gestão foi destinada a inúmeras consultorias e assessorias técnicas aos seis campi e à Reitoria da universidade, onde ações operacionais ocorrem constantemente – todos os locais foram visitados pela equipe durante este semestre, acompanhando e auxiliando assim em diversas demandas. Nesse sentido, os gestores ambientais de todos os campi, além de outros atores membros da denominada Câmara Técnica de Gestão e Segurança Ambiental, reuniram-se durante esse período, conseguindo com isso deliberar e estimular discussões sobre o tema em toda a extensão da Unifesp.

“O DGA/Unifesp também ampliou suas raízes por meio de debates com outros departamentos, setores e universidades. Exemplos são a participação em reuniões de várias Congregações, apresentando o funcionamento da gestão ambiental na Unifesp, e das Câmaras Técnicas de Compras e de Contratos, expandindo a discussão do tema “compras e contratações sustentáveis” por meio da homologação de diversas melhorias nos procedimentos destes”, relata Julio César Bessa Monqueiro, diretor do DGA. Além disso, foi instalada uma mesa técnica entre este departamento e a Pró-Reitoria de Planejamento, ampliando a participação da gestão ambiental em temas voltados à área de infraestrutura.

Ainda dentro do conjunto de ações já realizadas, estão a elaboração de logomarcas junto ao Departamento de Comunicação Institucional (DCI) para o DGA e também para as Divisões de Gestão Ambiental nos campi, estimulando a identificação e o destaque de ações da área de gestão ambiental em cada um dos locais. O DGA/Unifesp também promoveu ao longo do semestre acompanhamento e gerenciamento de diversos programas, como o Projeto Esplanada Sustentável (PES) e o Plano de Gestão de Logística Sustentável (PLS/Unifesp), e realizou diversos cursos e palestras, totalizando mais de 150 participantes.

Atividades em andamento

O diretor lembra que estão em andamento diversas outras ações na Unifesp, cujos destaques incluem o aumento da proximidade da gestão ambiental com as atividades cotidianas da universidade, como a construção do Sistema de Gestão Ambiental (SisGA), para coleta e gerenciamento informatizado de informações de gestão ambiental, e ainda a reforma do website do departamento e sua inclusão em redes sociais, transformando-o em um portal de referência em informações da área para os gestores e público em geral.

"Também encontra-se em construção a política de Biossegurança, que, em conjunto com o manual de Biossegurança, terá por objetivo prevenir, reduzir, controlar ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal, vegetal e o meio ambiente, além de estimular o avanço científico na área de biossegurança e biotecnologia, padronizando procedimentos e implementando normas técnicas de segurança e mecanismos de fiscalização em ações que envolvam qualquer material que ofereça risco biológico", explica.

Outras ações

O DGA/Unifesp, além das novidades acima apresentadas, possui como ação perene o auxílio técnico às questões críticas da área ambiental nos campi, incluindo o mapeamento de recursos humanos e de atividades, bem como o monitoramento de consumo de insumos e serviços através da compilação semestral de dados do Plano de Logística Sustentável (PLS), que será expandido com a possível adesão total às políticas da Agenda Ambiental na Administração Pública – A3P, que é pauta de estudos pela equipe do departamento. Este promoverá ainda diversos outros cursos e palestras, incluindo alguns sob demanda específicos para determinados públicos e/ou campi, além de continuar a expandir sua atuação em discussões envolvendo compras e contratações sustentáveis.

Cabe lembrar que a Unifesp possui, além do PLS/Unifesp, importante ferramenta para controle de recursos e sustentabilidade em todas as áreas da universidade, a Política de Excelência em Sustentabilidade Ambiental (Pensa), estabelecida pela Resolução nº 113/2015, que consiste em um conjunto amplo e detalhado de princípios e diretrizes, que visam implantar ou adaptar ações institucionais que possibilitem promover o desenvolvimento sustentável da Unifesp e da sociedade. Também é vigente a Política de Resíduos Sólidos (PRS), oriunda da Resolução nº 118/2015, que discorre acerca dos princípios, objetivos e instrumentos, a fim de difundir, em todos campi desta universidade, as diretrizes relacionadas ao gerenciamento dos resíduos sólidos de todas as classes, as responsabilidades dos geradores de resíduos sólidos e os instrumentos de boas práticas ambientais aplicáveis.

Conforme já mencionado, o DGA/Unifesp é um órgão com função executiva e de assessoramento, cuja finalidade é apoiar, orientar e implementar as ações e políticas de responsabilidade socioambiental e sustentabilidade na instituição, auxiliando no processo administrativo e desempenho ambiental da Unifesp, conforme Portaria nº 2.453 de 2013. Para questões locais envolvendo os campi, é necessário contatar a respectiva Divisão de Gestão Ambiental do campus, cujas informações podem ser encontradas em: http://www.unifesp.br/reitoria/dga/dga-campi/divisoes.

 

Lido 6602 vezes Última modificação em Quarta, 31 Agosto 2016 20:59

Mídia