Segunda, 01 Agosto 2016 14:13

Inaugurado Centro de Reabilitação e Treinamento

Espaço oferecerá, de forma gratuita, tratamento e treinamento a praticantes de atividades físicas e também será campo de pesquisas

Por José Luiz Guerra

MedicinaEsportiva.JPG

 

Foi inaugurado, no último dia 29 de julho, o Centro de Treinamento e Reabilitação dos ambulatórios da Disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física do Departamento de Ortopedia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (DOT/EPM/Unifesp). Equipado com aparelhos de musculação e fisioterapia, o novo centro possibilitará aos atletas e demais praticantes de atividades físicas, de forma gratuita, tratar as lesões provocadas pela prática de esportes e se recondicionarem fisicamente, além de servir como campo de pesquisas.

Na abertura da solenidade, o chefe do DOT/EPM/Unifesp, Moisés Cohen, relembrou a trajetória da Disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física, criada pelo então chefe do departamento, José Laredo Filho. “O professor Laredo me deu a incumbência de montar a equipe da disciplina e eu convidei alguns residentes da Ortopedia à época e que hoje, são nossos docentes”, afirmou Cohen, em referência à Benno Ejniman, Alberto Pochini e Carlos Andreoli. Ele também destacou a estrutura inaugurada, afirmando que não há nenhuma semelhante a ela no Brasil e deu ênfase às atividades de pesquisas que poderão ser desenvolvidas no local. “Iniciamos hoje a primeira turma do mestrado profissional em Medicina Esportiva, já com as 20 vagas ocupadas”. Ao final de sua fala, Cohen agradeceu o apoio de Sergio Tufik, professor titular do Departamento de Psicobiologia da EPM/Unifesp que transferiu para o novo centro parte dos equipamentos, antes instalados no Centro de Estudos em Psicobiologia e Exercício (Cepe) e lembrou que a disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física é um dos três centros no país considerados de excelência pela Federação Internacional de Futebol (Fifa).

José Roberto Ferraro, diretor superintendente do Hospital São Paulo, hospital universitário da Unifesp, parabenizou a disciplina pela inauguração e afirmou que a nova estrutura é uma prova de que a universidade tem pessoas capazes de contornar obstáculos. Ferraro afirmou ainda que o centro será um grande atrativo para a universidade e para o hospital, uma vez que oferecerá os tratamentos gratuitamente, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). “Espero que possamos manter esse serviço de excelência por muito tempo”, completou.

A diretora da EPM/Unifesp, Emília Sato, lembrou que a atividade física é uma das formas mais baratas e eficazes de se combater e tratar doenças crônicas e aumentar a expectativa de vida e parabenizou os profissionais que atuam no novo centro, sendo boa parte deles, voluntários. Já a diretora da Escola Paulista de Enfermagem, Janine Schirmer, ressaltou que o espaço, além de possibilitar a produção de conhecimento, permitirá também a realização de parcerias para o desenvolvimento de atividades multidisciplinares. Por sua vez, Rosana Puccini, que dirige o Campus São Paulo, falou dos trabalhos que o Campus realiza no Clube Escola Unifesp, fruto de uma parceria da instituição com a Prefeitura de São Paulo e local que abriga a disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física e o Centro de Treinamento e Reabilitação. Para ela, é necessário que a instituição amplie o acesso da comunidade externa aos serviços oferecidos pelo clube.

Em sua fala, a reitora da Unifesp, Soraya Smaili, disse que a celebração representa uma conquista. “Temos que encarar as crises como oportunidades”, reforçou. Na sua visão, a entrega do novo centro é mais uma prova de que a comunidade Unifesp consegue enfrentar os problemas, especialmente por meio da produção acadêmica de alto nível. A reitora afirmou ainda que é necessário o trabalho conjunto da comunidade para fortalecer o serviço e para buscar novos parceiros.

Ao final das falas, Moisés Cohen convidou Sergio Tufik para inaugurar oficialmente o Centro de Treinamento e Reabilitação dos ambulatórios da Disciplina de Medicina Esportiva e Atividade Física. Ao descerrar a placa, Tufik descobriu que o novo centro fora batizado com seu nome, em agradecimento aos trabalhos prestados na área de medicina do esporte e aos equipamentos transferidos do Cepe. Ele agradeceu a homenagem e falou da antiga parceria que tem com Moisés Cohen na área. “Queremos produzir ciência e todas as pessoas interessadas podem participar desse processo. Estamos construindo algo acima da medicina esportiva”, finalizou Tufik.

Além das autoridades que fizeram uso da palavra, estiveram presentes na cerimônia o secretário municipal de Esportes, José de Lorenzo Messina, o secretário adjunto estadual de Esportes, Jadel Gregório, o vereador de São Paulo Gilberto Natalini, além de atletas, ex-atletas, docentes, servidores e estudantes da Unifesp.

 

MedicinaEsportivaB.JPG

MedicinaEsportivaA.JPG

 

 

Lido 2836 vezes Última modificação em Sexta, 19 Agosto 2016 20:26

Mídia

Pró-Reitorias

Unidades universitárias

Campi

Links de interesse