Quinta, 21 Abril 2016 15:19

Reitora participa do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Públicas no Estado de São Paulo

Iniciativa funcionará como um canal de articulação das pautas dos movimentos da área da educação

Por Daniel Patini

Foi instalada na manhã de terça-feira (19/4), em ato realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo, a Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Públicas no Estado de São Paulo, com a presença dos reitores e vice-reitores de instituições públicas federais e estaduais de ensino superior, representantes de sindicatos, entre outras autoridades. A frente terá três anos de duração e funcionará como um canal de articulação das pautas dos movimentos da área da educação.

Além da reitora da Unifesp, Soraya Smaili, e do coordenador e do vice-coordenador da frente, respectivamente, os deputados estaduais Carlos Neder e Carlos Giannazi, compuseram a mesa do evento Marco Antonio Zago, reitor da USP, Julio Cezar Durigan, reitor da Unesp, Klaus Capelle, reitor da UFABC, Adilson Jesus Aparecido de Oliveira, vice-reitor da UFSCar, e Álvaro Crósta, o vice-reitor/coordenador-geral da Unicamp.

Com o principal objetivo de articular a defesa e a valorização dessas universidades, a iniciativa suprapartidária pretende promover um espaço para debates sobre a realidade dessas instituições, sobre o trabalho por elas desenvolvido, bem como sobre seus desafios e necessidades para que se fortaleçam e continuem cumprindo sua missão. A frente pretende também sugerir medidas que propiciem avanços na gestão democrática e realizar estudos sobre a situação dos hospitais universitários a elas vinculados.

Dentre alguns dos problemas enfrentados atualmente pelas universidades e que serão discutidos pela frente, estão: o insuficiente financiamento, a limitação da autonomia universitária, a deficiente adoção de mecanismos de inclusão racial e social, o uso crescente de modalidades de gestão privada, o desrespeito aos planos de carreira, cargos e salários, e o baixo investimento no aprimoramento da gestão pública.

Na ocasião, a reitora falou sobre a importância de iniciativas como essa em prol das universidades públicas em nosso estado, ainda mais nas atuais condições da conjuntura nacional. "Precisamos atuar fortemente em defesa de nossas instituições e dos nossos direitos, que foram tão duramente conquistados em nosso país. Não podemos permitir nenhum retrocesso nas áreas da educação e da saúde", disse. "Temos muitos desafios pela frente, mas certamente encontraremos muitas soluções também", finalizou.

 

Lido 5688 vezes Última modificação em Quinta, 23 Novembro 2017 17:31

Mídia