Terça, 24 Novembro 2015 16:43

Nota da Unifesp sobre o desastre ambiental no Rio Doce

​A Unifesp manifesta sua consternação em face ao rompimento das barragens de rejeitos da mineradora Samarco, situada no município de Mariana (MG), bem como sua solidariedade para com as vítimas.

Dadas as dimensões monumentais da catástrofe e da potencial permanência de seus impactos negativos ao longo do tempo, a Unifesp entende ser adequada e aconselhável a formação imediata de uma força-tarefa de emergência, integrada por especialistas arregimentados entre universidades e entidades do poder público, com o objetivo de contribuir para a execução do diagnóstico, monitoramento e remediação de seus impactos.

Com esse espírito, e em conformidade com a proposta, a Unifesp coloca à disposição do governo federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo as expertises de seus pesquisadores para colaborarem nesta tarefa.

Reitoria da Universidade Federal de São Paulo
São Paulo, 24 de novembro de 2015

Lido 6806 vezes Última modificação em Segunda, 14 Dezembro 2015 19:38

Mídia