Segunda, 30 Março 2015 20:38

Ministro da Saúde visita Unifesp e assina portaria que acresce recursos ao Hospital Universitário/Hospital São Paulo

Montante aumenta em R$ 12,8 milhões o orçamento anual do hospital

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, esteve na Unifesp nesta segunda-feira (30/03) para assinar portaria de nova contratualização para o aumento do aporte de recursos ao Hospital Universitário – Hospital São Paulo (HU-HSP), totalizando 12,8 milhões de reais anuais.

A reitora da Unifesp, Soraya Smaili, se reuniu com o ministro e, após o encontro, oficializaram o aporte. Estavam presentes no ato a vice-presidente do Conselho Gestor do hospital, Janine Schirmer; o superintendente do Hospital São Paulo, José Roberto Ferraro; além dos pró-reitores de graduação, pós-graduação, extensão e planejamento; os diretores da Escola Paulista de Medicina (EPM) e da Escola Paulista de Enfermagem (EPE); diretoria de enfermagem, direção clínica e membros do conselho gestor do HU-HSP; diretoria do Campus São Paulo; representante do Conselho Gestor da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e Lumena Furtado, da secretária de Atenção á Saúde, do Ministério da Saúde.

Arthur Chioro enfatizou a importância dessa contribuição, já que o hospital coopera para o ensino, pesquisa e extensão. “Eu tenho esperança que esse recurso seja muito bem utilizado, a serviço de cuidar melhor dos usuários atendidos do HU-HSP. Que possa significar uma formação cada vez melhor dos alunos de graduação, pós-graduação, que tem processo de formação estabelecido ou, pelo menos, uma boa parte dele”, afirmou Chioro.

O ministro ressaltou ainda o importante papel que os hospitais universitários possuem e a influência do diálogo entre a direção do hospital, da universidade e das escolas. “É necessário introduzir mecanismos de gestão consciente, estabelecer protocolos, padronizações, enfrentar o processo de judicialização. Se a gente não conseguir introduzir esses mecanismos de gestão que estão fortemente alicerçados nas indicações clínicas, nos protocolos, nas evidências científicas, não há recursos que consigam sustentar as instituições”.

Soraya Smaili reconhece a importância do aporte. “Nós temos a firme intenção e propósito de buscar uma agenda de discussões que visem fazer um aprofundamento, de pensar e repensar o que a universidade tem como dever. É obrigação de se repensar, apesar de tão tradicional, de tantas coisas boas que temos que preservar e avançar naquilo que ainda não conseguimos, pois hoje vamos ao encontro de muitas mudanças no sistema de saúde do país, no sistema político, até na internacionalização”, explica a reitora.

Janine Schirmer destacou a importância do repasse do aporte. "É uma quantia que fará diferença na questão financeira do hospital. O Conselho Gestor está engajado em encontrar soluções e buscar outros recursos para o crescimento do hospital", finalizou Janine.

Lido 6478 vezes Última modificação em Quarta, 14 Outubro 2015 17:28

Mídia