×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 444
Terça, 17 Março 2015 21:20

Ministro Aldo Rebelo visita Unifesp e sinaliza apoio a projetos

Reunião e visita ao INFAR aconteceram na última sexta-feira (13)

IMG 5081

A reitora da Universidade Federal de São Paulo, Soraya Soubhi Smaili,  recebeu, no dia 13 de março, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação José Aldo Rebelo Figueiredo. Na reunião, realizada na reitoria da universidade, foi destacada a urgência de apoio a projetos de melhoria e expansão do Prédio de Pesquisa do Campus Diadema, do projeto do Prédio de Pesquisa do Campus São José dos Campos, do Hospital Universitário – Unidade 2, bem como para a realização do Congresso Internacional de Ciência, Educação, e Medicina do Esporte - que acontecerá em 2016 no campus Baixada Santista.

A reitora aproveitou a ocasião para apresentar a produção acadêmica da universidade, incluindo a publicação de livros e revistas científicas, mas ressaltou que todos estes projetos carecem de aporte financeiro para serem levados adiante.

Aldo Rebelo, durante a reunião, sinalizou a possibilidade de incluir obras e reformas no PAC de Ciência e Tecnologia, cujas linhas de ação incluem expansão e consolidação do Sistema Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação; promoção da inovação tecnológica nas empresas; pesquisa, desenvolvimento e inovação em áreas estratégicas e ciência tecnologia e inovação para o desenvolvimento social.

Na sequência, o ministro visitou o Instituto de Farmacologia e Biologia Molecular (Infar) da Escola Paulista de Medicina (EPM), onde a reitora apresentou os laboratórios multiusuários, um centro de pesquisa resultante do trabalho conjunto dos três departamentos que constituem o instituto.

Participaram do encontro Armando Milioni, secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Setec) do MCTI, que dirigiu o Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) entre junho de 2010 e Dezembro de 2012, e diretores e assessores da Reitoria.

Projetos, expansão e melhorias

A expansão da instituição é um processo iniciado em 2007, o que caracteriza a Unifesp como uma das maiores universidades do país. São 49 cursos de graduação presencial ofertados, pesquisas na área de saúde e 11.172 alunos matriculados (2014), mas ainda há desafios pela frente.

Um deles é o projeto do Prédio de Pesquisa do Campus Diadema. O Edifício de Ensino Prático e Pesquisa estará estruturado em edificação de 15.063 m², distribuídos em 10 pavimentos com a instalação de laboratórios de pesquisa experimental, laboratórios de ensino, biotérios, salas de pesquisadores, biblioteca e auditório. Com custo estimado de R$56.700,00, tem início das obras previsto para novembro de 2015.

Já o projeto do Prédio de Pesquisa do Campus São José dos Campos trata-se de uma nova estrutura física de pesquisa para ser integrada ao prédio do Instituto de Ciência e Tecnologia, localizado junto ao Parque Tecnológico de São José dos Campos.

Os projetos de modernização do Hospital Universitário – Unidade 2 integram a lista de prioridades da reitoria, pois trata-se de estrutura de hospital de assistência, ensino e pesquisa, local de desenvolvimento de pesquisa e modelo de aplicação de tecnologias inovadoras na área de cirurgia e clínica médica. A finalização destas obras beneficiará muito a população, atendida pelas unidades do hospital. O valor solicitado para a realização dessas obras é de R$ 10 milhões. "

Por fim, o Congresso Internacional de Ciência, Educação, e Medicina do Esporte, que acontecerá entre 28 e 31 de julho de 2016 no campus Baixada Santista. São previstos 4 mil visitantes de 70 países por dia, bem como atletas, dirigentes, cientistas e estudantes, todos envolvidos com discussões sobre ciência esportiva.

 

Lido 5565 vezes Última modificação em Quarta, 14 Outubro 2015 17:32

Mídia