Sexta, 17 Outubro 2014 00:00

Unifesp e Cruz Vermelha Internacional estudam parceria na área Forense

A delegação também conheceu o local em que as Ossadas de Perus serão analisadas

Na manhã do dia 16 de outubro, a reitora da Unifesp, Soraya Soubhi Smaili, esteve reunida com os representantes da delegação regional do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) para discutir a possibilidade de parceria entre ambas instituições para o fortalecimento da área de antropologia forense no país.

Essa parceria é de extrema importância, dado que, no início de setembro, um acordo de cooperação firmado entre Unifesp, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e a Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo criou o Grupo de Trabalho do Caso Perus.

Antes da reunião, ocorrida na sede da Reitoria, a delegação do CICV, formada por Chiara Traverso, coordenadora da Proteção, Cleber Kemper, assessor da Proteção, e Olga Lucía Barragán Amaya, assessora Regional Forense, visitaram o laboratório da Unifesp, onde estão sendo feitas as análises das ossadas.

Uma das ações formalizada no encontro foi o convite à Unifesp de enviar o Professor Rimarc Gomes Ferreira, do Departamento de Patologia, ao X Congresso Latino-americano de Antropologia Forense, que será realizado entre os dias 20 a 24 de outubro, em Santiago, Chile.

A delegação regional da CICV atua na Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai desde 1970 e tem como missão humanitária atender às necessidades das vítimas de violência social, agrária e urbana, além de colaborar com instituições públicas no aprimoramento forense na identificação de restos mortais de desparecidos políticos e apoio integral às famílias.

Lido 8282 vezes Última modificação em Quarta, 14 Outubro 2015 18:05

Mídia